Mais de 80 operacionais estão a combater um incêndio de grandes dimensões em Valongo, com uma frente a dirigir-se a uma zona habitacional, disse à Lusa fonte dos bombeiros no local.

Ao início da tarde os bombeiros de Valongo foram alertados para seis incêndios simultâneos, dois dos quais acabaram por se fundir na zona de Paço, lugar onde está montado o posto de comando.

O incêndio chegou a lavrar com duas frentes. Uma delas chegou mesmo a aproximar-se de algumas habitações, tendo ardido apenas um anexo, estando essa situação já controlada.

Pelas 18:15 encontravam-se no local 81 operacionais das corporações de Valongo, Ermesinde, Areosa, Gondomar, Lordelo, Baltar, Rebordosa e Leça do Balio, apoiados por 21 veículos.

Os acessos difíceis estão a dificultar o combate às chamas”, relatou um dos operacionais no posto de comando.

Junto à zona habitacional foi já preparado um perímetro de combate às chamas.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil registava, às 18:38, 68 ocorrências ativas, que mobilizavam um total 1.101 operacionais, apoiados por 322 viaturas e 16 meios aéreos, sendo o incêndio no concelho de Valongo o único sob a designação de “ocorrências importantes”.