Cerca de 500 bombeiros, apoiados por meios aéreos, estão esta tarde a combater cinco incêndios florestais nos distritos de Braga, Castelo Branco, Bragança e Viseu, segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

O fogo que mobiliza mais operacionais é o que lavra na localidade de Vila Velha do Rodão, em Castelo Branco, com quatro meio aéreos e mais de 160 bombeiros.

O fogo está a decorrer num povoamento florestal e, neste momento, estão no terreno 162 bombeiros, 41 viaturas e cinco meios aéreos, dos quais dois aviões médios, um helicóptero bombardeiro pesado e um helicóptero ligeiro, disse fonte do CDOS de Castelo Branco.

À agência Lusa, o vice-presidente da Câmara de Vila Velha de Ródão, José Manuel Alves, explicou que o fogo decorre numa serra muito próxima da povoação.

O fogo está próximo de Vila Velha de Ródão, mas não há casas em perigo", sublinhou o autarca.

A ANPC adianta que em Braga está a decorrer outro incêndio, desde as 15:55, que está a ser combatido por 62 operacionais, 18 viaturas e um meio aéreo.

A Proteção Civil indica também que na freguesia de Alcafache, distrito de Viseu, lavra um outro incêndio desde as 16:10, que mobiliza 61 bombeiros, 14 meios terrestres e um meio aéreo.

Também em Viseu, um incêndio deflagrou esta tarde às 18:10 em Couto de Baixo, estando já envolvidos 138 operacionais no combate às chamas, informou o comandante operacional distrital.

Lúcio Campos disse à agência Lusa que este fogo florestal e um outro ativo no concelho de Resende eram, às 19:45, “as duas situações mais preocupantes” na zona do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

Na página da ANPC consta, ainda, um incêndio no concelho de Mogadouro, em Bragança, que consome uma zona de mato e está a ser combatido por 51 bombeiros, apoiados por 13 viaturas.

Mais de 60 bombeiros combatem fogo em Santa Maria da Feira

Um incêndio que deflagrou este domingo no concelho de Santa Maria da Feira, em Aveiro, cerca das 17:30, estando a ser combatido por mais de 60 bombeiros, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro.

O incêndio está a decorrer num povoamento florestal e está a ser combatido por 65 homens, 17 viaturas e dois meios aéreos, disse à agência Lusa o comandante José Bismarck.

A situação neste momento está desfavorável”, disse, adiantando que no combate às chamas se encontram dez corporações.