Um incêndio numa moradia da freguesia de Guetim, no concelho de Espinho, obrigou esta terça-feira ao realojamento de uma família na casa de familiares, disse fonte do comando da corporação local de bombeiros.

Segundo o adjunto do comando dos Bombeiros Voluntários do Concelho de Espinho, Pedro Dias, o incêndio foi detetado por volta das 17:00 numa residência unifamiliar da Rua da Igreja e, à chegada do socorro ao local, o fogo dominava já duas divisões da casa, propagando-se ao telhado.

Depois de uma busca confirmámos que não havia vítimas no interior da casa e concentrámo-nos no telhado, que tinha uma estrutura com vigas de madeira e por isso implicava risco de queda", conta Pedro Dias à Lusa.

Com recurso a duas viaturas de combate a fogos, um tanque de abastecimento de água e 12 bombeiros, o incêndio foi dominado por volta das 17:30 e às 19:00 terminavam também as operações de rescaldo.

Os habitantes da residência foram entretanto realojados "na casa de familiares", sendo que as causas do incêndio continuam por apurar.

O adjunto do comando dos Bombeiros de Espinho admite, contudo, a possibilidade de na origem do sinistro terem estado problemas elétricos, já que o fogo se verificou sobretudo "na marquise e numa casa de banho com máquinas de lavar".