As águas furtadas e a cozinha de uma casa no Porto ficaram destruídas, esta quarta-feira, por um incêndio que deflagrou ao início da noite. Não há feridos a registar.

O incidente ocorreu no  segundo andar de uma habitação na Rua do Sol, adiantou à Lusa o comandante dos Bombeiros Sapadores.

«O incêndio começou na cozinha de um segundo andar e, depois, propagou-se às águas furtadas, contudo, o primeiro andar da casa não foi afetado», disse  Rebelo Carvalho.

O alerta para o fogo foi dado por um vizinho que se apercebeu do fumo, pelas 20:05. Entretanto, já foi dado como controlado.

Rebelo Carvalho frisou que o proprietário da habitação não estava, tendo sido contactado pela proteção civil para saber se é necessário realoja-lo. Segundo o comandante, as causas do fogo são ainda desconhecidas, pelo que estão a ser apuradas.

No local do acidente estiveram 15 homens dos Sapadores do Porto apoiados por quatro viaturas.