Um pequeno incêndio num volume de biomassa de uma fábrica do grupo Europac em Viana do Castelo deflagrou este sábado de manhã e já se encontra controlado, sem ter havido danos pessoais ou consequência para a laboração fabril.

O diretor de comunicação do grupo espanhol Europac, da área do papel e resíduos, Ángel Palencia, disse à agência Lusa que o “pequeno incêndio” teve "geração espontânea" num volume de biomassa, um dos combustíveis usados pela fábrica para gerar energia.

O pequeno fogo teve início pelas 06:30 de hoje, tendo sido apagado pelos próprios bombeiros da fábrica, que como medida de segurança adicional chamaram os bombeiros municipais e voluntários de Viana do Castelo.

Pelas 11:30, quando a Europac transmitiu a informação à agência Lusa, o fogo estava “completamente controlado”, apesar de se manterem medidas de vigilância, que deverão prolongar-se por todo o fim-de-semana.

Ángel Palencia acrescentou que o incêndio não provocou ferimentos nem teve qualquer consequência para a atividade da fábrica.

O Grupo Europac (Papeles y Cartones de Europa, SA) é um dos setores da indústria do papel e do cartão para embalagem, da gestão integral de resíduos e da exploração florestal como fonte de matéria-prima necessária para o fabrico de papel reciclado.