Um mulher com 90 anos morreu esta terça-feira carbonizada em Lercas, freguesia de Mouriscas, Abrantes, depois de ter caído para a lareira e de as suas roupas se terem incendiado, disse à Lusa fonte dos bombeiros de Abrantes.

Segundo o comandante da corporação, António Jesus, a idosa terá caído para cima de uma lareira acesa dentro da sua habitação, em Lercas, aldeia do distrito de Santarém, tendo o fogo alastrado à roupa que trazia vestida.

A mulher, de 90 anos, que vivia sozinha, não teve capacidade de reação, tendo morrido carbonizada no local.

O incêndio circunscreveu-se à sala onde estava a lareira, tendo ardido ainda um sofá que estava no mesmo espaço da habitação.

O alerta foi dado por uma vizinha, às 18:59, quando avistou fumo a sair da habitação. À chegada dos bombeiros já o incêndio tinha sido dominado por familiares que moravam nas proximidades, que recorreram a baldes de água.

«A idosa estava de bruços, carbonizada, junto à lareira, e já não dava sinais de vida à nossa chegada», acrescentou o comandante dos bombeiros.

No local esteve uma ambulância dos bombeiros de Sardoal, um veículo tanque, uma ambulância e um veículo de combate a incêndios urbanos dos bombeiros de Abrantes, num total de 11 homens.