Ministério da Saúde vai contestar