A GNR fiscalizou na última semana mais de 4000 viaturas pesadas, de mercadorias e passageiros, e detetou infrações em 839 casos, a maior parte delas relacionadas com excesso de peso de carga transportada.

Segundo um balanço divulgado esta terça-feira da operação vocacionada para os veículos pesados de mercadorias e de passageiros, feita entre os dias 21 e 27, foram fiscalizadas 4160 viaturas, das quais 3427 eram pesados de mercadorias e 733 pesados de passageiros. Destes, 402 eram transportes coletivos de crianças.

Das 839 infrações destaca-se, no balanço, os 419 casos relacionados com excesso de peso, seguindo-se 100 infrações por falta de inspeção periódica, seis delas em transportes coletivos de crianças.

Na lista de infrações a GNR destaca ainda 91 relativas a deficiência nos pneus (oito em transportes coletivos de crianças), 77 relativas a cintos de segurança, duas em transportes coletivos de crianças, e 61 relativas a falta de acondicionamento e disposição de carga.

São ainda referidas oito infrações por condução com excesso de álcool no sangue, e 27 por uso do telemóvel no exercício da condução.