A GNR deteve 55 pessoas durante as operações de combate à criminalidade violenta e de fiscalização rodoviária realizadas em todo o país entre as 20:00 de sexta-feira e as 08:00 deste sábado, anunciou a corporação.

Num comunicado de balanço da atividade operacional das últimas 12 horas, a Guarda Nacional Republicana adianta que 37 pessoas foram detidas por condução sob o efeito do álcool, seis por tráfico de estupefacientes, três por furto e outras três por condução sem habilitação legal.

A GNR deteve ainda uma pessoa por homicídio negligente em acidente de viação, outra por posse de arma proibida e outra por dano.

As 55 detenções foram feitas pelos militares da GNR no âmbito de um conjunto de operações, realizadas em todo o país entre as 20:00 de sexta-feira e as 08:00 de hoje, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta e a fiscalização rodoviária.

Os militares da GNR apreenderam também, em 12 horas, 266 doses de haxixe e uma arma de fogo.

No âmbito da fiscalização de trânsito, a GNR detetou 675 infrações, sendo a maioria por excesso de velocidade (512), condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei (45), falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e cadeirinhas para crianças (39), falta de inspeção periódica obrigatória (31) e uso do telemóvel durante a condução (32).

Na última noite e madrugada, a GNR registou ainda 103 acidentes que provocaram um morto, quatro feridos graves e 35 feridos ligeiros.