A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou esta quinta-feira para a circulação de uma mensagem «falsa na Internet» que convida os destinatários a pagarem as dívidas para evitarem a sua publicação na Lista de Devedores com o objetivo de descarregar e instalar «software malicioso».

Trata-se de uma mensagem «falsa e fraudulenta, que deve ser ignorada» pelos destinatários, avisa a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), dizendo ainda que o objetivo é o de convencer os contribuintes a carregar na ligação (link) e, deste modo, a «descarregar e instalar» software «malicioso».

A mensagem refere que «está em curso o procedimento de atualização da lista de Devedores na Internet. Verifica-se que em seu nome existem processos de execução fiscal para cobrança de dívidas que preenchem os requisitos para a inclusão na Lista de Devedores».

Segundo a AT, a mensagem também refere o montante em dívida e indica a data do total em débito «a partir de 13 de outubro de 2013», além de aconselhar a que se faça, «o quanto antes, a regularização da dívida tributária», procedendo «ao pagamento da dívida» e pondo, assim, «termo ao procedimento de inclusão do nome na Lista de Devedores».

A AT avisa que «em caso algum» o destinatário da mensagem deverá carregar na ligação (link) ou autorizar qualquer transferência de ficheiro, pois «o risco de comprometer o computador é elevado».

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) diz ainda que no seu relacionamento com os contribuintes, através de mail, menciona sempre o nome e o número fiscal e recomenda aos contribuintes que suspeitem sempre de links e ficheiros enviados por mensagens eletrónicas.

Realça também a necessidade de confirmar junto da fonte conteúdos de mensagens eletrónicas ou de sites na Internet, através dos quais seja pedida qualquer ação ou interação.

A entidade pede ainda aos contribuintes para que não forneçam ou divulguem as suas credenciais para acesso ao Portal das Finanças.

A AT refere ainda como medida de precaução que os destinatários apaguem as mensagens de origem desconhecida ou de conteúdo duvidoso.