A Câmara de Figueiró dos Vinhos, um dos concelhos atingidos pelos incêndios da semana passada na zona Centro, apela às populações para suspenderem a entrega de roupa, já que a capacidade de armazenamento está esgotada.

Numa publicação divulgada na rede social Facebook, a autarquia diz que os donativos de roupa que chegaram até ao momento são para já suficientes para as necessidades sentidas.

Figueiró dos Vinhos agradece a solidariedade de todos quantos têm ajudado a população”, lê-se também na nota.

Dois grandes incêndios deflagraram no dia 17 de junho na região Centro, provocando 64 mortos e mais de 200 feridos, tendo obrigado à mobilização de mais de dois milhares de operacionais.

Estes incêndios, que deflagraram nos concelhos de Pedrógão Grande e Góis, consumiram cerca de 53 mil hectares de floresta [o equivalente a 53 mil campos de futebol] e obrigaram à evacuação de dezenas de aldeias.

O fogo que deflagrou em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, alastrou a Figueiró dos Vinhos e a Castanheira de Pera.

As chamas chegaram ainda aos distritos de Castelo Branco, através do concelho da Sertã, e de Coimbra, pela Pampilhosa da Serra, mas o fogo foi dado como dominado na quarta-feira à tarde.

O incêndio que teve início no concelho de Góis, no distrito de Coimbra, atingiu também Arganil e Pampilhosa da Serra, sem fazer vítimas mortais. Ficou dominado na manhã de quinta-feira.