Um dos cinco pescadores resgatados hoje com vida no mar da Figueira da Foz, após o naufrágio da embarcação Jesus dos Navegantes, disse que se salvou agarrado a uma boia.

Em declarações aos jornalistas, à saída do serviço de Urgência do Hospital Distrital da Figueira da Foz, Eurico João, 26 anos, descreveu que a embarcação ia a sair a barra quando se virou, tendo conseguido sobreviver porque tirou a roupa e se agarrou a uma boia, antes de ser resgatado do mar pelo salva-vidas da Marinha.

«Dou graças a Deus por estar vivo. Tenho dois filhotes, tenho mesmo que agradecer», afirmou o pescador.

Para além de Eurico João, outros três pescadores que deram hoje entrada no HDFF já tiveram alta clínica e deverão rumar à Póvoa de Varzim, onde a embarcação está registada.

Um quinto pescador, o ferido mais grave do naufrágio - que deu entrada no hospital em paragem cardiorespiratória, foi reanimado e estabilizado - foi entretanto transferido para os Hospitais da Universidade de Coimbra.

As buscas pelos três pescadores que ainda se encontram desaparecidos decorreram até ao início da noite de hoje e serão retomadas ao início da manhã de sábado.