O Metropolitano de Lisboa vai circular toda a noite de terça para quarta-feira da próxima semana, ponto alto das festas da cidade, com comboios de seis carruagens em todas as linhas, segundo adiantou à agência Lusa fonte da empresa.

Na noite de 12 para 13 de junho [terça para quarta-feira], por ocasião das celebrações das Marchas Populares, o Metropolitano de Lisboa vai garantir o seu serviço de exploração por 24 horas ininterruptamente", refere a empresa, acrescentando que o metro "abrirá as suas portas às 06:30 de dia 12 de junho, como é habitual, e só voltará a encerrar às 01:00 de dia 14 de junho".

Numa nota, é referido que "este prolongamento do serviço far-se-á em todas as linhas, onde circularão comboios de seis carruagens".

Estações abertas

Nesta noite, o Metropolitano de Lisboa terá várias estações "abertas entre as 01:00 e as 06:30".

Na linha azul (que liga Santa Apolónia a Reboleira) estarão operacionais as estações de Pontinha, Carnide, Colégio Militar, Jardim Zoológico, Praça Espanha, Restauradores, Terreiro do Paço e Santa Apolónia.

Já na linha amarela (que liga o Rato a Odivelas) estarão abertas as estações de Odivelas, Senhor Roubado, Lumiar, Entre Campos, Campo Pequeno e Rato.

Na linha verde (entre o Cais do Sodré e Telheiras) os cidadãos poderão usar as estações de Telheiras, Alvalade, Areeiro, Anjos, Martim Moniz, Rossio e Cais do Sodré, enquanto na linha vermelha estarão a funcionar as estações de Aeroporto, Moscavide, Oriente e Chelas.

Estarão também disponíveis as estações que fazem ligação entre duas linhas, nomeadamente São Sebastião (que serve as linhas vermelha e azul), Marquês de Pombal (linhas amarela e azul), Campo Grande (para as linhas amarela e verde), Saldanha (linhas vermelha e amarela), Alameda (linhas vermelha e verde) e Baixa-Chiado (linhas verde e azul).

Reforço de comboios

De acordo com a informação disponibilizada pela transportadora, "o reforço da oferta irá ser efetuado em toda a rede do metro através de um aumento do número de comboios, de uma redução dos tempos de espera entre as 19:00 e as 01:00 face aos horários habituais, e do serviço ininterrupto durante a madrugada de dia 13 de junho".

Assim, na linha azul o reforço é feito a partir das 19:00, na linha amarela a partir das 20:00, meia hora depois começam a circular mais comboios na linha verde, e na linha vermelha o reforço acontece a partir das 01:00.

O intervalo mínimo previsto entre comboios no período das 01:00 às 06:30 é de 10 minutos e 45 segundos, e o máximo é de 12 minutos e 30 segundos", destaca o Metropolitano.

O metro de Lisboa aponta também que irá reforçar os "serviços de apoio e de informação ao público em todas as estações", estando prevista também uma articulação com a PSP.

Alterações na Carris

Também a rodoviária Carris irá fazer alterações à circulação, sendo que na terça-feira (dia 12 de junho) a "circulação dos elétricos termina às 18:30".

Numa nota enviada à agência Lusa, a Carris aponta que durante todo o mês de junho, a partir das 18:30, as carreiras 714 e 727 "circulam nos dois sentidos via Av. D. Carlos I até à Av. 24 de Julho, e Largo de Santos para a Calçada Ribeiro dos Santos", enquanto a carreira 774 "segue o percurso dos autocarros da carreira 714".

Já a carreira 706 "circula no sentido Santa Apolónia via Cais do Sodré, Praça Duque de Terceira, Av. 24 Julho - fora do corredor 'BUS' e sem paragens - e Av. D. Carlos I, onde retoma o seu percurso".

Já no sentido Cais do Sodré, este autocarro "circula via Av. D. Carlos I, Rua da Boavista, Rua S. Paulo, Travessa do Corpo Santo, Corpo Santo, Av. 24 Julho e Cais do Sodré".