Sindicatos dos ferroviários e Governo alcançaram estas exta-feira um acordo que permitiu suspender as greves marcadas para este fim de semana, segundo disse à agência Lusa fonte sindical.

Acabou se ser assinado entre a Secretaria de Estado das Infraestruturas e Sindicatos (FECTRANS/SNTSF; SFRCI; ASCEF; SINAFE; SINFA e SINFB) um acordo sobre as questões da segurança ferroviária/agente único”, tendo sido “suspensas as greves marcadas para este fim de semana”, disse José Manuel Oliveira, coordenador nacional da Fectrans.

Em causa estavam greves na CP – Comboios de Portugal, MEDWAY e TAKARGO.

Segundo o sindicalista, com este acordo fica encerrado o “conflito laboral”.

A greve prevista para o fim de semana de São João abrangia os trabalhadores a norte de Coimbra e seguia-se à paralisação de 12 e 13 de junho (Santo António) dos trabalhadores ferroviários com local de trabalho entre Coimbra e Vila Real de Santo António, que suprimiu 46,4% dos comboios da CP, segundo informou a empresa pública.

A paralisação – que se iniciava às 12:00 do dia 23 e terminava às 12:00 do dia 24 de junho – seria a terceira este mês e estava relacionada com questão do agente único (revisor).