Uma mulher de 65 anos morreu este sábado afogada no rio Sado, perto de Santa Margarida do Sado, concelho de Ferreira do Alentejo, distrito de Beja, disseram à agência Lusa fontes dos bombeiros e da GNR.

Fonte dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo indicou que o alerta foi dado cerca das 14:30, depois de populares terem visto um corpo a boiar junto a uma das margens do rio, tendo o óbito sido declarado no local por um médico da viatura médica de emergência e reanimação (VMER), que foi mobilizada para o local.

O corpo da mulher, segundo fonte da GNR, foi resgatado da água por bombeiros, cerca das 15:40.

As fontes dos bombeiros e da GNR desconhecem ainda outros pormenores relacionados com este caso.

Para o local foram mobilizados, de acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, operacionais e meios da corporação de bombeiros de Ferreira do Alentejo, a VMER do Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém, e a GNR.

O corpo da vítima, que residia em Santa Margarida do Sado, foi transportado para o Gabinete de Medicina Legal do Hospital de Beja.