A GNR de Felgueiras desmantelou hoje, numa antiga padaria da cidade, duas estufas com cerca 300 pés de canábis e deteve dois suspeitos, avançou fonte policial.

Segundo a autoridade, a operação foi desencadeada depois de os militares terem observado os dois suspeitos, já referenciados, de 52 e 44 anos, "a circundar um armazém de uma antiga padaria abandonada".

No interior das instalações, encontraram duas estufas com mais de 300 pés de canábis, tendo cada planta já uma altura de cerca de 1,50 metros, refere um comunicado da GNR.

Segundo a autoridade, "cada estufa, com cerca de 150 plantas, contemplava um sistema bastante organizado e avançado para produção, germinação e cultivo das plantas de canábis, possuindo cada uma um sistema de rega, iluminação e de controlo de temperatura automático".

A GNR sublinha que o sistema necessitava apenas da intervenção humana para o corte e estaque das plantas.

Após uma breve busca ao local, os militares da guarda observaram que, para "a produção e cultivo das plantas, os infratores furtavam água e eletricidade à rede pública".

Os detidos vão ser presentes, na quinta-feira, ao juiz de Instrução Criminal do Tribunal Judicial do Marco de Canaveses.