A inovação agrícola e os agronegócios marcam a edição deste ano da maior feira agropecuária do sul do país, a Ovibeja, que arranca na quarta-feira com lotação «esgotada» para mostrar «todo o Alentejo deste mundo».

A 31.ª Ovibeja, feira que «tem vindo a crescer exponencialmente e tem muita procura», vai decorrer até domingo, no Parque de Feiras e Exposições de Beja, com «mais de mil expositores e lotação esgotada», disse à agência Lusa Castro e Brito, presidente da associação ACOS - Agricultores do Sul, a organizadora do certame.

«Terra Fértil - Mostra de Inovação Agrícola e Agrobusiness» é o tema central da Ovibeja deste ano, que vai mostrar projetos, produtos, serviços e equipamentos agrícolas «inovadores» e que são «exemplos das alterações estruturantes» que têm ocorrido na agricultura no Alentejo, sobretudo devido ao regadio do Alqueva, explicou.

A exposição interativa «Terra Fértil», no Pavilhão Sabor Alentejo, vai mostrar projetos, produtos e serviços agrícolas inovadores, como hortas reais geridas via Internet e produção de uvas sem grainhas, papoila para a indústria farmacêutica, pérolas de azeite, vinho com pegada de carbono nula e sabonetes de mel ou de leite de cabra serpentina.

A «Terra Fértil» vai revelar-se também no Campo da Feira, um campo agrícola para demonstrações de culturas e equipamentos e tecnologias «de ponta» usados na agricultura, sobretudo na de regadio, como tratores com GPS e «drones» (veículos aéreos não tripulados).

A Ovibeja será também um destino incontornável de uma «romaria» de políticos, entre governantes, líderes partidários e candidatos às Eleições Europeias de 25 de maio deste ano. Segundo Castro e Brito, a sessão de abertura da Ovibeja, na quarta-feira, às 15:00, deverá contar com as presenças do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, da ministra da Agricultura, Assunção Cristas, e do secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, Carlos Moedas.

A feira será também palco de vários colóquios com temas como o futuro da Política Agrícola Comum (PAC), o potencial agrícola do Alqueva e o futuro da proteção e da gestão da água no Alentejo.

Stands de empresas e instituições, comércio de produtos, gastronomia, provas de azeites e entrega dos prémios do 4.º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra - Prémio Ovibeja, a 19.ª Mostra de Aves, a 18.ª Grandiosa Corrida de Touros Ovibeja, exposições, concursos e leilões de gado e provas desportivas são outras ofertas da feira.

Quanto ao cartaz de espetáculos para animar as «ovinoites», os destaques vão para os concertos do rapper brasileiro Gabriel o Pensador (quarta-feira), das bandas Tango Paris e Aurora (quinta-feira) e Buraka Som Sistema (sexta-feira) e para o espetáculo «Factor X» (sábado).

As «ovinoites» vão prolongar-se madrugada fora com as sessões dos dj's Nuno Calado e António Freitas (quarta-feira), N-To-The-N (quinta-feira), Sugus e The Fox (sexta-feira) e Guga e Rui Estêvão (sábado).

Paralelamente, a Ovibeja vai recriar na quarta-feira, dia de inauguração, uma antiga rota de transumância existente em Beja, com mais de 300 ovelhas de raça campaniça, para demonstrar a importância da pecuária na região.

As ovelhas, daquela raça autóctone do sul do distrito de Beja em risco de extinção, irão, a partir das 14:00, percorrer ruas de Beja e desembocar na avenida principal da Ovibeja, no Parque de Feiras e Exposições da cidade, onde irá decorrer uma cerimónia de bênção do gado, explica a associação ACOS - Agricultores do Sul, promotora do certame.

Segundo a ACOS, a recriação da antiga rota de transumância «é uma forma de demonstrar a importância da pecuária na região, especialmente de ovinos e caprinos, e da necessidade de uma reflexão séria sobre a perda de cerca de 20 mil animais por ano».