A Feira do Livro do Porto vai repetir este ano o modelo estreado em 2014, com a organização a cargo da Câmara Municipal, decorrendo nos jardins do Palácio de Cristal em setembro, segundo o vereador da Cultura.

“As inscrições vão abrir muito brevemente e teremos cerca de 130 ‘stands’ disponíveis e, portanto, haverá também um modelo com uma configuração semelhante ao do ano anterior com um festival literário associado a uma feira”, afirmou à Lusa o vereador da Cultura da Câmara Municipal do Porto, Paulo Cunha e Silva.

De acordo com o vereador, a feira vai sofrer pequenas “correções” face à de 2014, estando a programação “praticamente fechada”, com a apresentação a acontecer "brevemente".

Paulo Cunha Silva realçou que vai ser homenageada a escritora Agustina Bessa-Luís no âmbito da Feira do Livro do Porto.

A acompanhar a Feira do Livro do Porto vai ter lugar uma “grande exposição sobre a relação entre a arte e os livros”, curada pelo galerista Luís Serpa, recentemente falecido.

No ano passado, a primeira Feira do Livro do Porto organizada pela câmara em oito décadas teve mais de 200 mil visitantes, revelou a autarquia no final do evento.

A Câmara Municipal do Porto já na altura garantiu que o novo modelo do evento seria para manter, depois do diferendo com a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), anterior organizadora da feira.