O ministro Miguel Poiares Maduro foi recebido, este sábado, em Macedo de Cavaleiros com vaias e protestos.

O ministro-adjunto e do Desenvolvimento Rural preparava-se para inaugurar uma feira quando foi surpreendido por cerca de cem pessoas à entrada do recinto.

O grupo exigia a permanência do helicóptero do INEM em Macedo de Cavaleiros.

«Ladrão», «gatuno», «vai comer a tua casa» foram alguns dos insultos direcionados a Poiares Maduro, durante todo o tempo que decorreu a cerimónia de abertura da feira.

Sob vaias e palavras de ordem o ministro passou pelos protestos escoltado pela GNR.

Poiares Maduro desconhece «dúvidas» da troika sobre metas do défice

Poiares Maduro aplaude «investimento nas características locais» transmontanas