O candidato do PSD à Câmara de Faro, Macário Correia, prometeu, esta segunda-feira, acabar com as habitações precárias no concelho, considerando que este é um dos poucos municípios algarvios onde ainda subsiste o problema, disse a Agência Lusa.

Em comunicado, o presidente da Câmara de Tavira e candidato social-democrata em Faro promete acabar com os bairros degradados e defende como solução a distribuição das famílias carenciadas por vários núcleos dispersos pela cidade.

Segundo Macário Correia, para que se verifique uma integração social destas famílias é necessário que residam na malha urbana, evitando que permaneçam isoladas ou concentradas num único local da cidade.

O candidato critica a decisão camarária de avançar com uma nova urbanização a custos controlados para a zona dos Braciais (350 fogos) que corre o risco de se trasformar num agregado «logo à partida estigmatizado negativamente».

«Connosco haverá coragem e ousadia de decidir com determinação», sustenta o social-democrata em comunicado, prometendo «casa condigna para todos» e o fim das barracas no concelho de Faro, uma situação que considera «terrível».

De acordo com Macário Correia, a existência de habitações precárias com famílias numerosas é uma realidade em zonas como a Horta da Areia, Alto Rodes, São Luís, na Ilha de Faro e até junto à Via do Infante.

O candidato à Câmara de Faro lembra ainda que durante anos e sobretudo desde 1993, o Estado colocou à disposição dos municípios condições especiais de financiamento para a resolução deste problema.

Contudo, Macário Correia recorda que praticamente todos os municípios da região acabaram com as habitações precárias, à excepção de Faro, pelo que é preciso «de modo enérgico e determinado» acabar com o problema.

«Deve-se fazer muita habitação social para dar uma casa condigna a todas as famílias, mas não se podem concentrar todas, ou quase todas, no mesmo bairro», sublinha Macário Correia.