Alguns milhares de pessoas estão sem água em Coimbra, por causa da rotura de uma "conduta complexa", em Adémia, informou a empresa municipal responsável pelo abastecimento.

Em comunicado, a Águas de Coimbra (AC) explica que o problema foi detetado “no nó da conduta principal de distribuição de água”, na rua da Liberdade, “o que implicou a interrupção" do abastecimento.

"De imediato, foram tomadas as medidas necessárias para que o serviço fosse reposto o mais rápido possível”, mas tal não tinha ainda acontecido às 11:45, disse à agência Lusa uma fonte da AC, indicando que a avaria afeta 1.100 habitações com contador. Não há precisão do tempo que demorará a resolver o problema.

Considerando uma média de três a quatro pessoas por agregado familiar, significaria que a falta de água afeta pelo menos 3.300 munícipes daquela área a norte da cidade de Coimbra.

A localização da rotura “está a criar dificuldades na celeridade da resolução da anomalia”, segundo a nota.

A interrupção do abastecimento abrange, total ou parcialmente, residentes nas:

  • Rua da Liberdade
  • Rua Ponte de Eiras
  • Travessa da Ponte de Eiras
  • Rua Vale Paraíso
  • Travessa Vale Paraíso Norte
  • Rua Alto das Forcadas
  • Rua Vale Mocinha
  • Rua Ribeira de Eiras
  • Rua do Gineto
  • Estrada municipal 537-2
  • Rua José Gomes Ferreira
  • Rua Quinta de Santa Apolónia
  • Rua José Leite de Vasconcelos
  • Rua Fortunato de Almeida
  • Rua Bernardo Santareno
  • Rua José Régio
  • Rua Alves Redol
  • Rua Aquilino Ribeiro
  • Rua João Penha
  • Rua das Hortas
  • Travessa das Hortas
  • Rua Ferreira de Castro
  • Rua Maria Lamas
  • Rua Henrique de Barros
  • Quinta do Murtal
  • Rua de Chaves
  • Rua Barca Ribeira de Eiras

A Águas de Coimbra pede a “melhor compreensão” dos consumidores.

Tudo fará para que os trabalhos sejam tão céleres quanto possível (…) para encurtar o período de interrupção do fornecimento de água”.