O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, através da Brigada de Proteção Ambiental (BriPA), apreendeu no dia 3 de outubro, na freguesia de Arroios, quatro primatas, e ainda um falcão híbrido, com as patas amarradas, na cave de um prédio na freguesia de Santa Clara.

Em comunicado, a PSP salienta que os quatro primatas são da "espécie Callithrix jacchus, vulgarmente designados por sagui-de-tufos-brancos".

Os primatas encontravam-se numa residência particular e sendo a sua detenção proibida por lei, foram apreendidos e entregues ao Instituto da Conservação da Natureza (ICNF)", refere a PSP, que acrescenta ter sido "levantado auto contraordenação por detenção
de espécimes vivos proibidos" ao detentor dos animais.

"Patas amarradas com fio de cobre"

Também na passada terça-feira, agentes da BriPA da PSP detetaram na freguesia de Santa Clara, um falcão híbrido, "resultante do cruzamento dum Falco Cherrug com um Falco Rusticolus".

O falcão foi encontrado numa cave dum prédio residencial tendo uma das patas amarradas com fio de cobre, para evitar que pudesse voar", refere o comunicado.

A PSP acrescenta que o animal "encontrava-se anilhado, tendo, após entrega no Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, sido possível identificar o seu proprietário".