Onze trabalhadores de uma empresa de fabrico de malas e carteiras de Vilar do Paraíso, em Vila Nova de Gaia, foram transportados para o Hospital Santos Silva por suspeitas de intoxicação, revelou esta sexta-feira fonte dos Sapadores de Gaia.

O alerta foi dado por volta das 11:40, depois de vários funcionários da empresa Mia Borsa se queixarem de cefaleias, enjoos e vómitos, disse a fonte.

À chegada ao local, os bombeiros procederam a uma inspeção à unidade fabril, que incluiu as condutas subterrâneas da fábrica, não tendo sido detetada a presença de qualquer agente químico.

Segundo a mesma fonte, estes funcionários terão sido vítimas da libertação de um químico no exterior da empresa, já que a unidade fabril se encontra localizada numa zona industrial naquela freguesia de Gaia, no distrito do Porto.

Os funcionários foram transportados para o Hospital Santos Silva apenas “por preocupação”, concluiu.

Para o local foram mobilizadas cinco ambulâncias e duas viaturas dos bombeiros de Valadares e dos Sapadores de Gaia, bem como a Viatura Médica de Emergência do Hospital Santos Silva.