A GNR de Braga anunciou a detenção de um homem e de uma mulher por burla e extorsão quando ambos se preparavam para recolher uma “elevada quantia” em dinheiro a uma vítima que anteriormente tinham coagido.

Em comunicado citado pela Lusa, esta força policial explica que o método consistia numa primeira abordagem às vítimas a quem se propunham ler a sina e, posteriormente, na posse de alguma informação pessoal das vítimas, levavam-nas a acreditar que se não entregassem mais dinheiro, as suas vidas “não andariam para a frente”.

Sobre os detidos - um homem de 41 anos e a mulher de 36, ambos residentes em Aveiro e sem profissão conhecida - recaem suspeitas da prática de várias burlas em diversas localidades ao longo do país.

A detenção ocorreu esta segunda-feira, no centro da vila de Póvoa de Lanhoso, quando os militares do Posto Territorial e do Núcleo de Investigação Criminal, por volta das 18:00, apanharam os alegados burlões em flagrante.

A GNR alerta para este tipo de ocorrências e “para a necessidade das pessoas não se deixarem enganar por falsas profecias e denunciarem atempadamente situações semelhantes às autoridades”, lê-se na nota informativa.