Uma viatura explodiu esta madrugada em Lisboa depois de ter sido atingida por um raio, disse à agência Lusa Pedro Santos, comandante dos bombeiros da Pontinha que acudiram ao local.

«Há uma testemunha ocular que informou a PSP que a explosão seguida de incêndio foi provocada por um raio que atingiu a viatura ligeira de mercadorias durante a trovoada que se verificava naquela altura na região de Lisboa», contou Pedro Santos, ao explicar que a viatura estava estacionada num terreno anexo à sede dos escuteiros locais.

Os bombeiros da Pontinha foram alertados pouco depois da 01:00 para o caso e deslocaram para o local duas viaturas e 10 homens para combater o sinistro que acabaria por danificar parcialmente o anexo da sede dos escuteiros.

«Neste momento temos no local alguns bombeiros que estão a auxiliar os escuteiros a proteger o telhado do anexo com uma lona para que a chuva não cause mais prejuízos», acrescentou o comandante.

Pedro Santos adiantou ainda que ninguém ficou ferido no incidente.