A caixa multibanco do Hilarião, na periferia de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, foi assaltada esta sexta-feira pelas 05:00, tendo os suspeitos recorrido à explosão de uma botija de gás para consumar o crime, disse à Lusa fonte policial.

Para deslocar a caixa multibanco da parede de um café, que está desocupado, os suspeitos recorreram à explosão de uma botija de gás, disse fonte policial à agência Lusa.

O estrondo causado trouxe à rua vários residentes, que acabaram por assistir à concretização do assalto e se aperceberam da existência de, pelo menos, dois suspeitos, que se encontravam encapuçados e armados.

A GNR foi avisada de imediato, mas quando os militares chegaram ao local, os suspeitos já tinham fugido para parte incerta num veículo de alta cilindrada e de cor escura.

A GNR de Torres Vedras montou um dispositivo, constituído por patrulhas dos postos territoriais de Santa Cruz (Torres Vedras), Lourinhã e Sobral de Monte Agraço, com vista a bloquear as principais estradas da região, mas sem sucesso.

A explosão provocou estragos na parede do edifício.

O crime está a ser investigado pela Polícia Judiciária, mas os suspeitos continuam por identificar.