Partiu esta manhã para o Iraque o 2º contingente composto por 31 militares do exército português que, durante os próximos seis meses, vai treinar o exército iraquiano em técnicas de combate que ajudem a combater o Estado Islâmico.

A partilha de conhecimentos está em marcha desde 13 de maio, altura em que Portugal se juntou à Espanha, como parte de uma missão internacional liderada pelos Estados Unidos da América, com nome de código " OPERATION INHERENT RESOLVE", para neutralizar e destruir o auto-proclamado Estados Islâmico do Iraque e do Levante.

Momento do hastar da bandeira portuguesa no “Gran Capitan” (Foto: Ministério da Defesa espanhol)


Os militares portugueses estão sedeados no aquartelamento “Gran Capitan”, gerido pelo contingente espanhol e localizado em Besmayah, a cerca de 35 quilómetros da capital iraquiana, Bagdade.

O objectvo da operação “INHERENT RESOLVE" não é o de combater diretamente o Estado Islâmico, mas dar ao exército iraquiano o treino e as armas para fazer frente ao avanço deste grupo terrorista no Iraque.