A Guarda Nacional Republicana (GNR) divulgou, esta segunda-feira, que identificou 701 condutores em excesso de velocidade entre 27.431 controlados só no passado domingo, no âmbito da "Operação Mercúrio".

A operação envolveu no domingo mais de 200 militares, sobretudo para controlo de velocidade em autoestradas e estradas urbanas.

A “Operação Mercúrio” foi levada a cabo em todo o país e as ações, explica a GNR em comunicado, incidiram nas “vias onde as infrações por excesso de velocidade são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação, designadamente nas autoestradas e nas vias situadas no interior das localidades”.

No comunicado, a GNR lembra que o excesso de velocidade é uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave em Portugal, sendo que operações como as de domingo são frequentes.

Desde o início do ano e até esta última operação foram controlados mais de quatro milhões de veículos (4.128.744), dos quais 86.380 circulavam em excesso de velocidade, disse também a GNR.
 

149 pessoas detidas em flagrante delito


A GNR realizou 149 detenções em flagrante delito no fim de semana, em operações de prevenção realizadas no sentido do combate à criminalidade e da segurança rodoviária.

Em comunicado divulgado esta segunda-feira, a GNR discriminou os crimes que causaram as 149 detenções: 72 por condução sob o efeito de álcool, 26 por tráfico de droga, 11 por condução sem título legal, cinco por posse de arma proibida, cinco por furto e uma por posse de arma sem licença.

A causa das restantes 29 detenções não foi especificada pela GNR.

Além destes casos, a GNR apreendeu no fim de semana 1.138 doses de haxixe, 71 doses de cocaína, quatro doses de heroína, 39 gramas de LSD, 25,6 gramas de ecstasy, 15,01 gramas de liamba, 15 gramas e 10 pés de canábis, 1,5 gramas de anfetaminas, um boxer, uma arma de fogo, duas armas brancas e três veículos ligeiros.

No que toca à segurança rodoviária, foram detetadas 1.805 infrações em 5.161 condutores fiscalizados. A GNR registou 180 casos de condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 849 condutores em excesso de velocidade (em 33.472 controlos), quatro veículos com carga a mais, ou mal acondicionada, e 22 infrações relacionadas com tacógrafos.

Este conjunto de operações foi levado a cabo pela GNR, nos dias 13 e 14 de junho, em todo o território nacional e nos Açores.