Quase 30 mil alunos fizeram esta manhã o exame nacional de Matemática A, em segunda fase, depois de, na primeira, a classificação média se ter ficado pelos 8,2 valores, nota negativa inferior à média de 8,7 de 2012.

De acordo com os dados estatísticos divulgados hoje pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC), 28.188 dos 30.539 inscritos na prova de Matemática A, que se realizou esta manhã nas escolas, compareceram à chamada, registando-se uma taxa de presenças superior a 92%.

A segunda fase está reservada aos alunos que, por motivos excecionais, não possam comparecer na primeira fase obrigatória e a todos os que se inscreverem para melhoria de nota.

Na primeira fase, este exame foi feito por quase 50 mil alunos do 12.º ano de escolaridade.

Na manhã de hoje também se realizaram os exames de segunda fase a Literatura Portuguesa e Matemática B, com 555 e 2067 alunos inscritos, respetivamente, atingindo taxas de presença superiores a 80%.

Na tarde de quarta-feira, perto de 25 mil alunos fizeram o exame de segunda fase de Biologia e Geologia, uma prova fundamental para os alunos que pretendem seguir cursos científicos, como, por exemplo, o de Medicina.

Na prova da primeira fase, os resultados médios traduziram-se na descida da nota média em mais de um valor relativamente ao ano de 2012, baixando de 9,3 para 8,1 valores.

Considera-se uma classificação positiva uma nota igual ou superior a 10 valores, sendo as notas atribuídas segundo uma escala que varia entre 0 e 20.

Também na tarde quarta-feira se realizaram os exames nacionais de segunda fase a História B, História da Cultura e das Artes, Latim A e Economia A, com totais de alunos inscritos a variar entre as poucas dezenas ¿ 23 a Latim A ¿ e alguns milhares ¿ 3635 a Economia A.

As taxas de presença nestes exames variaram os 80% e os 95%, aproximadamente.