Cerca de 160 mil alunos realizam este ano os exames nacionais do ensino secundário, que começam na quarta-feira de manhã com as provas de Português.

Para o exame de Português do 12.º ano, que vai estrear a nova temporada de provas, estão inscritos 75.564 estudantes, mais do que em 2015, quando eram 72.986.

O aumento de inscritos a Português não é exceção, segundo dados provisórios do Ministério da Educação (ME) que revelam que este ano há, no total, mais alunos inscritos e que estes são mais novos.

O número de inscritos para os exames do secundário agendados para este mês é de 160.018, quase mais três mil estudantes do que no ano passado, quando se inscreveram 157.264.

Ao todo serão feitos 347.282 exames, aproximadamente mais 7.500 do que no ano anterior.

Os alunos que este ano se inscreveram nestas provas têm, em média, 17 anos (17,41 anos) e a maioria (55%) são raparigas.

Português é uma das disciplinas onde se verifica um aumento de inscritos em relação a 2015, assim como Inglês, Filosofia, História A, Geografia A, Biologia e Geologia.

Já a Matemática A, do 12.º ano, e Física e Química A, do 11.º ano, inscreveram-se menos estudantes, o que poderá significar menos candidatos a cursos nas áreas das tecnologias e engenharias.

No entanto, olhando apenas para o número de inscritos, sem comparar com o ano anterior, Português surge como a disciplina com mais inscritos (75.564), seguindo-se Biologia e Geologia (51.958), Matemática A (48.981) e Física e Química A (48.703).

Segundo as estatísticas do ME, 16% dos estudantes inscritos vão fazer pelo menos um exame para melhoria de nota e 17% só exames para acesso ao ensino superior.

A área de Ciências e Tecnologias volta a liderar a tabela de cursos do ensino secundário com mais alunos inscritos (74.472), seguindo-se Línguas e Humanidades (37.115) e Ciências Socioeconómicas (15.228).

A primeira fase dos exames começa na quarta-feira de manhã, às 09:30, e termina a 27 de junho com as provas de Geometria Descritiva A e Literatura Portuguesa.