A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar um tiroteio ocorrido na quarta-feira em Estremoz, no distrito de Évora, que provocou ferimentos ligeiros em dois homens, disse à agência Lusa fonte da PJ esta quinta-feira.

Fonte da PSP de Estremoz indicou que o tiroteio ocorreu no bairro de Santiago, envolvendo "várias pessoas" e provocando ferimentos ligeiros em dois homens, de 25 e 44 anos.

A PSP de Estremoz revelou hoje, em comunicado, que a polícia recebeu um telefonema na quarta-feira, cerca das 15:30, a informar de "uma situação de desordem envolvendo armas de fogo na zona do bairro de Santiago", em Estremoz.

A polícia deslocou-se rapidamente para o local, sendo que os envolvidos já não se encontravam, vindo a ser intercetados e identificados momentos mais tarde", refere o comunicado.

Os feridos, ambos residentes na cidade, foram transportados para o Hospital do Espírito Santo de Évora, "onde receberam tratamento".

No local, refere a polícia, "foi recuperado e apreendido diverso material", para investigação, tendo "o caso sido entregue à Polícia Judiciária".

Fontes da polícia indicaram que "não há detidos", acrescentando, contudo, que "há pessoas identificadas".

A investigação cabe à PJ.

Contactado pela Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora limitou-se a dizer que na quarta-feira à tarde, em Estremoz, tinha o registo de duas ocorrências de agressão.

O alerta para a primeira foi dado às 15:48, com o registo de um ferido, enquanto o alerta da segunda agressão foi recebido pelos bombeiros às 17:28, precisou o CDOS, sem divulgar mais pormenores.