O país tem vivido dias de aflição com os muitos fogos que lavram, como há muito não víamos. Milhares de bombeiros estão no terreno no combate às chamas e muitos se interrogam como podem contribuir para aliviar o trabalho destes heróis que arriscam a vida para tentar salvar vidas e bens. Como ajudar? Esta é uma pergunta que pode responder seguindo os conselhos que abaixo:

#JUNTOSAJUDAMOS

  • COM O MEU ALERTA ÀS AUTORIDADES para todas as situações de incendio ou risco de incendio, através do 112, GNR local ou Bombeiros locais;
  • COM O MEU TRABALHO DE LIMPEZA na àrea da minha habitação, guardando em segurança lenha e produtos inflamáveis como gasóleo;
  • COM O MEU APOIO NA OPERAÇÃO DE COMBATE AO INCENDIO, em tarefas que não ponham em causa a minha integridade fisica e obedecendo sempre às instruções do Comando dos Bombeiros;
  • COM A MINHA VIGILÂNCIA, no rescaldo do incêndio e obedecendo sempre às instruções do Comando dos Bombeiros;
  • COM A MINHA OFERTA DE BENS ALIMENTARES, identificados como necessários pelo Quartel dos Bombeiros da respetiva área.

Se detectar um incêndio, deve contactar directamente os bombeiros ou os Serviços Municipais de Proteção Civil Locais e não deve deslocar-se para o teatro das operações, aumentando o risco de maiores danos para bombeiros e para os próprios. Não entregue bens alimentares nos quarteis dos bombeiros locais sem antes confirmar quais são as necessidades. Por exemplo, nos quarteis de bombeiros não costuma haver frigoríficos grandes, o que leva a que bens como iogurtes se possam estragar. Além disto, tome atenção ao seguinte:

Quando há risco de incêndio, a lei impede-o das seguintes atividades:

  • Realizar queimadas, fogueiras para recreio ou lazer, ou confecção de alimentos; 
  • Utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confecção de alimentos; 
  • Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes; 
  • Lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes; 
  • Fumar ou fazer lume nos espaços florestais e vias que os circundem; 
  • A fumigação ou desinfestação em apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas. 

Na realização de trabalhos agrícolas e florestais: 

  • Mantenha as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras; 
  • Abasteça as máquinas a frio e em local com pouca vegetação; 
  • Tenha cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor. 

Se mora junto a uma área florestal: 

  • Limpe o mato à volta da sua habitação e guarde, em lugar seguro e isolado, a lenha, gasóleo e outros produtos inflamáveis; 
  • Para informações sobre prevenção estrutural de incêndios florestais contacte o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas; 
  • Informe as autoridades se presenciar atos negligentes ou comportamentos dolosos.