Sofrer de bullying pode ser a causa de problemas de ansiedade, depressão e pensamentos suicidas, na idade adulta. A conclusão é de um estudo norte-americano que mostra que o impacto do bullying não é ultrapassado e esquecido, anos mais tarde.

O estudo, publicado na revista «JAMA Psychiatry», seguiu mais de 1200 crianças, desde os nove anos até à idade adulta. De acordo com o chefe do estudo, William Copeland, «os danos psicológicos não vão embora simplesmente porque a pessoa cresceu e não sofre mais de bullying. Isto é algo que fica com eles. Se tentarmos resolver isto agora, podemos prevenir muitos problemas ao longo do tempo».

Cerca de um quarto dos indivíduos inquiridos admitiu ter sofrido de bullying, pelo menos uma vez na vida.