O Governo está a acompanhar a situação dos cerca de mil estudantes portugueses que foram expulsos de uma unidade hoteleira em Benalmádena, sul de Espanha, revelou este sábado à Lusa o Secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro.

Os nossos serviços consulares já dialogaram com as autoridades [espanholas] e encontram-se a acompanhar a situação”, disse José Luís Carneiro, acrescentando que, de acordo com a informação de que dispõe, os estudantes “encontram-se bem”.

Cerca de mil estudantes portugueses do ensino secundário foram expulsos de uma unidade hoteleira em Benalmádena, sul de Espanha, por desacatos e mau comportamento.

Segundo o Secretário de Estado, a empresa que organizou a viagem “tinha seguro”, mas o hotel em questão “entende que o seguro não é suficiente para cobrir” os danos causados.

Os jovens encontravam-se naquela estância turística a participar numa viagem de finalistas do ensino secundário.

Segundo fonte da PSP, metade dos mil estudantes já saíram do hotel de regresso a Portugal.

A polícia portuguesa está a acompanhar o caso em colaboração com as autoridades espanholas.

Milhares de estudantes do ensino secundário portugueses estão em várias localidades do sul de Espanha em viagens de finalistas.

Benalmádena, Marina D'Or e Punta da Umbria são alguns dos destinos escolhidos.