O distrito de Santarém registou na tarde desta quarta-feira, num espaço de cerca de quatro horas, dez acidentes dos quais resultaram três feridos graves e seis feridos ligeiros, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

Segundo disse à agência Lusa o comandante José Carlos, do CDOS, os acidentes relatados decorreram entre as 16:55 e as 20:22.

Os mais graves ocorreram em Mouriscas, Abrantes, às 18:35 horas, com uma colisão entre um motociclo e uma viatura ligeira e do qual resultou um ferido muito grave, transportado para a unidade hospitalar de Abrantes.

Também em Tremês, Santarém, às 19:19 horas, houve um ferido grave resultante de um despiste de um motociclo, e em Torres Novas, na variante do Bom Amor, onde, às 20:22 horas, uma colisão entre um motociclo e um veículo ligeiro provocou mais um ferido grave.

A mesma fonte relatou à agência Lusa a ocorrência de mais sete acidentes no distrito durante a tarde, tendo referido um despiste de uma viatura pesada de mercadorias em Barrrocas, Coruche, com derramamento de gasóleo para a via e um ferido ligeiro.

Também uma colisão de um trator com uma viatura ligeira na zona industrial de Almeirim, do qual resultou a queda de um poste da EDP e dois feridos assistidos no local, e a colisão de duas viaturas em Santo Estevão, Benavente, da qual resultou um ferido ligeiro.

As restantes ocorrências decorreram em Fátima, com um ferido ligeiro em resultado de um despiste de um ligeiro de mercadorias, um atropelamento em Fajarda, Coruche, com mais um ferido ligeiro, uma colisão de dois veículos em Videla, Torres Novas, do qual apenas resultaram danos materiais.

Há ainda a registar o corte temporário da A23, ao quilómetro 36, às 17:30 horas, na zona de Rio de Moinhos, Abrantes, onde uma viatura ligeira foi consumida pelas chamas, uma ocorrência sem feridos a registar mas que obrigou à interrupção da circulação automóvel durante cerca de 90 minutos, até que a operação de limpeza da via fosse concretizada.