Quatro pessoas morreram esta segunda-feira nas estradas portuguesas e três ficaram feridas com gravidade, em consequência de acidentes de viação, de acordo com a Guarda Nacional Republicana (GNR).

Às primeiras horas do dia, uma pessoa morreu e outra ficou ferida com gravidade, em dois acidentes no norte do país. Um despiste de um veículo ligeiro próximo de Celorico de Basto, em Braga, às 00:40, provocou a morte do condutor, que foi depois transportado para o hospital de Guimarães.

Em Valença, outro despiste de um veículo ligeiro de passageiros, pela 01:30, provocou um ferido grave, transportado para a Unidade Local de Saúde do Alto Minho para receber assistência médica.

Ao início da manhã, pelas 08:20, uma colisão entre um ciclomotor e um pesado de mercadorias, próximo da localidade da Mexilhoeira Grande, Portimão, provocou um ferido grave, que recebeu tratamento no hospital da região.

No distrito de Setúbal, em Palmela, pelas 10:05, um despiste de um veículo ligeiro de passageiros na autoestrada 12 fez um morto e condicionou a circulação nas faixas destinadas aos carros com equipamento de Via Verde.

Ao meio-dia, um despiste de um quadriciclo, numa zona agrícola de São Marcos da Serra, em Silves, provocou a morte do condutor do veículo, que foi transportado para o Centro Hospital do Barlavento Algarvio.

Um homem de 82 anos morreu ao início da tarde de hoje, na localidade de Estevais, concelho de Mogadouro, vítima de acidente com um trator agrícola, disse à agência Lusa fonte do comando dos Bombeiros locais.

Cerca das 15:00, um atropelamento na localidade de Fanhões, em Loures, por um veículo ligeiro, provocou um ferido grave, que foi encaminhado para o Hospital de Santa Maria.