A Guarda Nacional Republicana efetuou, no fim-de-semana, ações de fiscalização e registou 322 detenções em flagrante. Das quais, 229 foram por excesso de álcool, sete por tráfico de estupefacientes e três por crime de furto.

De acordo com a Lusa, foram ainda registadas 46 detenções por falta de habilitação legal, 16 por razões de âmbito rodoviário, cinco por contrafação e 16 por outros crimes.

A operação, com vista a prevenir e combater a criminalidade violenta e fiscalizar, decorreu nos Açores, Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo e Vila Real.

Na totalidade, elaboraram-se 320 autos de notícia em flagrante. De contraordenação a legislação diversa foram elaborados 2.225 autos.

Das apreensões, a corporação destaca 350 doses de haxixe, 84 gramas do mesmo produto, 18 gramas de pólen de haxixe, 2,87 gramas de mistura de canabinóides, quatro plantas de canábis, duas armas de fogo, três armas brancas, 43 munições de armas, 14 viaturas ligeiras, 1.179 peças de artigos contrafeitos, 3.828 euros em dinheiro e uma nota falsa de 20 euros.