Portugal está entre os dez melhores países para passar a reforma em 2015, considera o índice do grupo editorial norte-americana International Living.

O índice para este ano do International Living – que edita uma revista mensal que ajuda quem quer viver bem a reforma a encontrar as melhores opções – coloca Portugal na 9ª posição dos melhores países para aposentados, uma subida de seis lugares em relação à classificação de 2014.

O índice de 2015 é liderado pelo Equador e inclui outros dois países europeus: Espanha e Malta, na 6ª e 7ª posições, respetivamente.

Panamá, México, Malásia e Costa Rica seguem-se ao Equador, e Colômbia e Tailândia completam os dez melhores países para reformados.

A classificação, que seleciona 25 países, baseia-se em vários fatores, como o setor imobiliário, o custo de vida, o acolhimento, a qualidade dos serviços de saúde, as infraestruturas e o clima.

Um artigo sobre Portugal publicado na página do International Living aponta algumas das razões para a escolha.

«Passei recentemente algum tempo em Portugal e fui conquistada pelos baixos preços. Em Portugal, pode usufruir de um custo de vida tão barato como o dos mais desenvolvidos países latino-americanos, mas com todos os benefícios da vida europeia», descreve-se.


Para além disso, destacam-se o clima ameno, a qualidade das infraestruturas e a proximidade com Espanha.

«O inglês é bastante compreendido, sobretudo nas maiores cidades, o que, combinado com a hospitalidade dos portugueses, facilita a integração e a sensação de estar em casa», resume a revista.