Um homem reincidente por crimes de natureza sexual e que foi detido por importunar sexualmente uma menor, junto à Escola Secundária de Estarreja, saiu em liberdade com apresentações periódicas em posto policial, informou a Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro, nesta segunda-feira.

Além desta medida de coação, o homem, de 45 anos, está ainda proibido de contactar a vítima e de frequentar as imediações do estabelecimento escolar.

O suspeito, que está “fortemente” indiciado pela prática do crime de coação sexual, foi detido pela GNR na passada sexta-feira, após ter tentado apalpar e beijar uma rapariga de 16 anos, quando se encontrava junto à Escola Secundária de Estarreja.

De acordo com os investigadores, o homem terá abordado a jovem adolescente, quando a mesma se encontrava sozinha na via pública, “tendo-a obrigado, sob constrangimento físico, a sofrer atos sexuais de relevo”.

Segundo a PJ, o indivíduo apenas interrompeu estes atos “graças à resistência oferecida pela mesma e ao receio de que aparecesse alguém em socorro da menor”.

Após a denúncia efetuada pela vítima, a GNR levou a cabo uma ação policial para localizar o agressor, tendo sido encontrado numa das ruas daquela localidade.

O indivíduo, com antecedentes criminais pela prática do mesmo tipo de crimes, foi posteriormente entregue à PJ.