Uma automobilista abalroou esta quarta-feira três viaturas da GNR de Esposende, após uma perseguição policial de cerca de 15 quilómetros, que incluiu alguns disparos de intimidação, informou fonte daquela força.

Segundo a fonte, duas das viaturas ficaram «inoperacionais».

A automobilista terá sido detetada a circular em contramão na zona das Marinhas, Esposende, obrigando mesmo uma viatura da GNR a uma «manobra de recurso» para evitar uma colisão.

A mulher pôs-se em fuga pela EN-13, em direção àquela cidade, cometendo «uma série de infrações» na condução e, na perseguição, a GNR efetuou «alguns disparos de intimidação».

Já na zona da Apúlia, a automobilista acabou «encurralada» por três viaturas da GNR, mas mesmo assim tentou fugir.

«Deixou duas viaturas inoperacionais e provocou também estragos numa terceira, mas nenhum dos agentes ficou ferido, porque se souberam precaver», indicou a fonte.

A mulher, de 49 anos e residente na zona do Porto, acabou por ser internada no Hospital Magalhães Lemos, no Porto.