A Guardia Civil espanhola deteve esta terça-feira em Espeja (Salamanca) dois portugueses e um francês, alegados autores do roubo de um carro, e que na tentativa de fuga para Portugal atropelaram um agente daquela força de segurança.

A Guardia Civil foi avisada cerca das 09:00 horas de hoje (8:00 em Portugal) para a tentativa de roubo do recheio de um carro estacionado perto do posto dos Correios de Ciudad Rodrigo (província de Salamanca). Os autores do roubo, três homens, fugiram do local num Opel Kadet branco com matrícula portuguesa.

As forças policiais cortaram as estradas próximas e detetaram os três alegados criminosos na estrada nacional N-620, em direção a Portugal, mas já a bordo de um Audi de matrícula espanhola.

Foram parados ao quilómetro 347 da N-620, perto de Espeja. Antes disso, ao fugir do dispositivo da Guardia Civil, os três homens causaram ferimentos ligeiros ao atropelarem um agente de tráfego, bem como danos ligeiros num carro oficial da polícia.

Os dois portugueses têm 32 e 29 anos enquanto o cidadão francês tem 30 anos.

Uma investigação posterior da polícia permitiu averiguar que o Audi tinha sido roubado na noite de segunda-feira em Ciudad Rodrigo. Os homens terão abandonado o Opel Kadet e pegaram no Audi para tentar a fuga para Portugal.

No interior do Audi estavam vários objetos roubados do interior de outro carro assaltado na tarde de segunda-feira em Ciudad Rodrigo.

Da localidade espanhola até à fronteira de Vilar Formoso distam 31 quilómetros. Os três homens foram parados em Espeja, a apenas 3,7 quilómetros por estrada da fronteira portuguesa.

Os dois portugueses e o francês foram acusados de roubo de veículos, atentado contra um agente de autoridade, condução sob efeito de estupefacientes e furto do interior de um carro.

Os detidos serão agora levados perante o juiz de instrução de turno em Ciudad Rodrigo.