A Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção, em Espanha, do alegado líder de uma associação criminosa que desde 2016 terá sido responsável por vários crimes de roubo a viaturas de transporte de valores.

Em comunicado, a PJ acrescenta que o detido, de 41 anos e natural de Caldas de Vizela, Guimarães, tem “referências policiais” por crimes de associação criminosa, tráfico de estupefacientes, roubo e furto de veículo.

Em 2017, foi condenado a pena de prisão pelo Tribunal Judicial da Comarca do Porto, encontrando-se desde então evadido.

Foi agora detido na Galiza, onde, segundo a PJ, se relacionava com pessoas “amplamente conotadas com a criminalidade organizada”.

Dedicar-se-ia também ao tráfico de estupefacientes de âmbito internacional.

O detido seria o alegado líder de uma associação criminosa transnacional que foi desarticulada em 9 de julho último.

O grupo atuava com recurso a armas de fogo e, além das carrinhas de transporte de valores, está ainda indiciado por roubos de veículos automóveis, no norte de Portugal.