"Devido à pressão, conseguiu-se chegar a um acordo com os serviços, depois de dois anos de várias reuniões que não chegavam a lado nenhum. Os problemas mantêm-se, e é necessário continuar a lutar, porque as condições cada vez mais se degradam no ensino superior, as cantinas estão fechadas à noite porque as empresas interessam-se com os seus lucros e não que os estudantes comam as suas refeições"