Os alunos que ainda não têm professores devido ao «erro» nas colocações dos docentes vão ter aulas de compensação, garantiu esta sexta-feira o secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário.

«Vamos garantir aulas de compensação para os alunos. Cada diretor irá apresentar as faltas que tiveram ao nível de professores para depois podermos agilizar esse mecanismo de compensação», disse João Grancho, em Pombal, citado pela Lusa.

Segundo o governante, as reuniões com os diretores das escolas irão decorrer na próxima semana.

Questionado sobre as listas de colocações divulgadas esta sexta-feira, o secretário de Estado sublinhou que foi seguido «o procedimento normal, que já tinha sido seguido anteriormente», mas agora «com todas as correções que eram necessárias».

Por isso, o governante afirmou «não antever qualque r outro problema», esperando «que definitivamente as escolas entrem no seu ciclo normal».

«Após esta reserva, o nosso desejo é que se entre naquilo que era o ciclo normal de colocações de professores. Há sempre necessidade de novos lugares, quer por doença ou por outras situações que possam surgir. Mas esta é a rotina normal que agora se vai retomar nas colocações de professores», frisou.