A PSP de Cascais vai dispor nesta época balnear dos mesmos apoios que teve em 2014 no patrulhamento das praias e nos eventos do concelho, considerando que os incidentes do verão passado não obrigam a um reforço dos meios.

Depois dos incidentes que marcaram o concerto de Anselmo Ralph, nas Festas do Mar, no ano passado, originada por uma rixa entre dois indivíduos, e de um crime que ocorreu nas Festas de Tires que resultou na morte de uma pessoa, a PSP de Cascais e o presidente da autarquia sublinharam hoje que os meios policiais foram os adequados.

"Foram situações pontuais, muito empoladas pelas notícias. Não houve nenhum reforço adicional, além do que tem sido feito todos os anos, por causa dessa matéria", afirmou o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras.

O subintendente Luís Ribeiro, da divisão da PSP de Cascais, acrescentou que os casos do ano passado "poderiam ter acontecido em qualquer lado, numa outra circunstância qualquer" e que o contingente policial destacado para essas ocasiões foi o normal.

"Os meios para este ano serão idênticos aos do ano passado", frisou à Lusa.

Na cerimónia do Plano de Patrulhamento para a Época Balnear 2015, que ocorreu esta manhã no Centro Cultural de Cascais, Luís Ribeiro afirmou que haverá vigilância em toda a costa de Oeiras e Cascais, não só nas praias, mas também nos transportes públicos.

À semelhança do ano passado, também para este ano vão estar disponíveis 50 equipas da Unidade Especial de Polícia/Corpo de Intervenção e 1.912 polícias da Equipa de Intervenção Rápida.

O subintendente apelou, ainda, para que as pessoas não levem objetos de valor para a praia e que não descurem na vigilância.

Na ocasião, alguns concessionários de praia apelaram para uma maior presença de equipas de patrulha em bicicleta no paredão do Estoril.

"Têm aparecido grupos (…) a apavorar toda a gente e já chegámos a ter de fechar mais cedo por causa disso. É preciso que passem ali patrulhas de bicicleta, porque só a presença deles é suficiente para os afastar e dar mais segurança", disse o responsável da concessão da praia das Moitas, no Monte Estoril.

O responsável da divisão da PSP de Cascais prometeu atender ao pedido.