“Tivemos acesso a um documento onde estão a ser feitos protocolos para a municipalização das unidades de cuidados na comunidades, onde está prevista a concessão às misericórdias e ao setor privado”, afirmou Guadalupe Simões numa conferência de imprensa hoje em Lisboa destinada a divulgar uma greve nacional na quinta e sexta-feira.