"O período de seca que grande parte do país atravessa reflete-se nos caudais dos cursos de água onde temos as praias fluviais e, infelizmente, não há nada a fazer", afirmou o presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Paulo Catarino.






“Foram feitos avisos e a Câmara retirou todas as informações que se encontravam no sítio da internet do município"

"Temos várias piscinas, tanto na sede do concelho, como espalhadas pelas várias freguesias de Castelo Branco."