A polícia do estado venezuelano de Miranda revelou, esta quinta-feira, ter resgatado um comerciante português de 59 anos que esteve refém de quatro homens armados num estabelecimento comercial.

De acordo com o comissário Orlando Omaña, o resgate teve lugar na tarde do último domingo, quando um grupo de pessoas intercetou uma patrulha da polícia na estrada que liga as localidades de Mariche e Santa Luzía, a leste de Caracas, denunciando que um comerciante estava «sequestrado» no interior de uma loja de venda de óleo para viaturas.

A polícia cercou o lugar e os «raptores» acabaram por libertar o comerciante e fugir para uma zona florestal depois de uma troca de tiros com a polícia.