Várias corporações de bombeiros em todo o país têm ficado reduzidas devido à emigração. São elementos experientes que se “perdem” e, dizem os bombeiros que se torna difícil arranjar novos voluntários por causa da falta de apoios.
 
No último ano, a corporação dos Bombeiros de Sabrosa tem resistido à emigração. Já há dois anos foram oito os bombeiros a abandonar o quartel e o país.

Em várias corporações é difícil conseguir novos voluntários. Os bombeiros queixam-se da falta de apoios.
 
Entre 2011 e 2014 emigraram cinco mil bombeiros, mil profissionais e quatro mil voluntários. Em média, saíram quatro bombeiros por dia do país.