Uma menina de 11 anos simulou ter sido vítima de um roubo à mão armada, na casa onde vive, em Santa Maria da Feira, para se vingar do padrasto.

A Polícia Judiciária (PJ) do Porto informa esta quarta-feira, em comunicado, que o suposto crime teria sido praticado a 24 de fevereiro, numa altura em que a menor se encontrava sozinha em casa.

A rapariga contou que o roubo tinha sido praticado por dois homens que entraram na residência e a chegaram a agredir.

Os familiares apresentaram uma queixa na PSP, que passou o caso à Polícia Judiciária.

Quase quatro meses depois, a PJ chegou à conclusão de que o alegado roubo nunca acontecera. Tratou-se de uma tentativa de vingança da menor, motivada por um castigo imposto pelo padrasto em função de problemas escolares que considerara injusto.

«A menor virou a casa do avesso e simulou o assalto para se fazer de vítima e para que tivessem pena dela», disse uma fonte ouvida pela agência Lusa.